54 Anos SICEPOT-MG

Preparados para defender os interesses do setor da Construção Pesada e auxiliar na busca de resultados para suas empresas associadas.



O primeiro capítulo da história do SICEPOT/MG aconteceu em 1968, quando pequenos e médios empresários, movidos pelo idealismo, decidiram criar uma entidade que representasse o setor da construção pesada em Minas.

Na realidade, o setor já se organizara desde os anos 50, mas até então não contava com uma representação formal, mesmo tendo sido pioneiro, no Brasil, na montagem de uma estrutura representativa. Durante um período, as empresas que operavam em construção de ferrovias, rodovias e barragens foram representadas pela FIEMG e pela ACMinas.

Em meados da década de 50, o setor passara a ser representado pelo recém-criado Sinduscon/MG. Já na década de 60, com o formidável impulso de desenvolvimento do Governo Juscelino Kubitschek, foi fundado o Sindicato Nacional da Indústria da Construção de Estradas, Terraplenagem, Pontes e Aeroportos – SINICON, que mantinha uma representação em Minas.

Entretanto, divergências quanto à política de defesa do setor colocaram em confronto as grandes corporações e um grupo considerável de médias e pequenas empresas mineiras. Esse grupo é que iria fundar, em 1968, a Associação Profissional da Indústria da Construção de Estradas, Pontes, Portos, Aeroportos, Barragens, Terraplenagem e Pavimentação do Estado de Minas Gerais, primeira entidade legalmente representativa do setor e da qual se originou o SICEPOT/MG.

Às dez da manhã do dia 9 de março de 1968, começava a primeira reunião das empresas que constituíram a Associação. Apenas 55 construtoras participaram daquela primeira e histórica reunião formal da construção pesada em Minas, mas em poucos meses a Associação já contava com 88 associados.

A entidade já nascia com uma vocação e um compromisso: lutar para que todas as construtoras mineiras, devidamente qualificadas, participassem ampla e livremente do mercado, sem se submeter a qualquer discriminação decorrente do seu porte econômico. Em 1973, o então ministro do Trabalho, Júlio Barata, autorizou a Associação a atuar como sindicato, na época denominado Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem no Estado de Minas Gerais, mas já com a sigla SICEPOT/MG.

Desde então, a entidade passou a cumprir o papel de representar as empresas nas negociações com os sindicatos de trabalhadores, defendendo também o seu direito de participar ativamente do desenvolvimento de Minas e do País, num clima de competição livre e leal pelas oportunidades concretas de mercado.


Com o objetivo de defender os interesses de seus associados, através do fortalecimento da classe, o SICEPOT-MG busca, incansavelmente, fortalecer o setor da construção pesada.


Hoje, com 187 associadas, de todos os portes e segmentos do setor - rodoviário, de saneamento, obras urbanas, edificações públicas e obras de arte especiais - é o interlocutor dos processos e iniciativas que envolvem obras públicas, contribuindo para o crescimento das empresas e o desenvolvimento do Estado de Minas Gerais.


Fonte: SICEPOT-MG