Conversa com o Vice-Presidente Comercial do Banco BS2, Rodrigo Pentagna Guimarães

“O crédito é um grande aliado das empresas da construção pesada no equilíbrio do fluxo de caixa e no planejamento da expansão das atividades”, afirma o VP do Banco BS2.


Crédito: Divulgação - Rodrigo Pentagna Guimarães


Continuamente buscamos compartilhar melhores práticas e informações relevantes em prol da evolução das empresas que representamos. E vamos além nesse compromisso, ao conectarmos o nosso setor com expertises capazes de alavancar resultados e de agregar ainda mais valor aos negócios nos segmentos de grandes obras de infraestrutura. Neste contexto, conversamos com o Vice-Presidente Comercial do Banco BS2, Rodrigo Pentagna Guimarães, sobre a importância da oferta adequada do crédito a empresas para alavancar o crescimento da construção pesada em MG.


Não se constrói crescimento de uma empresa sem crédito. E tão fundamental quanto saber acessar o capital certo na hora certa é conhecer quais as modalidades de financiamento mais adequadas à realidade das dinâmicas de caixa que viabilizam as operações na construção pesada. O potencial do crédito como aliado da gestão financeira e da expansão da nossa indústria é um dos destaques da entrevista que realizamos com o executivo do Banco BS2. Confira!


1. De que modo você avalia o papel do crédito frente aos desafios enfrentados pelas empresas do setor da construção pesada?

De acordo com monitoramentos do próprio Sicepot-MG junto aos seus associados, observamos desafios que as empresas do setor precisam superar para permanecerem competitivas e evoluírem de modo sustentável. Entre as principais dores enfrentadas, temos o financiamento de capital de giro.


Reverter o impacto negativo e combinado desses fatores se mostra fundamental para que a construção pesada em Minas Gerais possa vislumbrar oportunidades de uma expansão cada vez mais uniforme e equitativa da sua atuação. Vale ressaltar que, só em 2022, também com base em números auditados pelo Sicepot-MG, esse setor já responde por cerca de R$ 5,18 bilhões em contratos de obras de infraestrutura. Para 2023, a estimativa é de que esse volume atinja R$ 5,7 bilhões. São projeções que ainda não contemplam outros investimentos destinados ao Estado, a exemplo das concessões rodoviárias e de acordos previstos no setor de mineração.


2. Como você define a conexão do BS2 com o setor da construção pesada em Minas Gerais?

A proximidade com o setor de obras de infraestrutura, em que se destacam também serviços especializados à indústria de mineração local, faz todo o sentido para o BS2, que traz Minas Gerais em seu DNA. Temos expertise nessas relações que acompanham o banco ao longo de seus 30 anos de existência. Sempre estivemos próximos do setor público entendendo a dinâmica e os fluxos de pagamentos para, assim, desenvolvermos produtos específicos e direcionados a essa demanda. Trata-se de uma conexão que remete às nossas origens como instituição financeira, e à relevância de um setor que contribui para o desenvolvimento socioeconômico do Estado.


Desde que redefinimos a estratégia do BS2 para focarmos no atendimento a empresas, estamos comprometidos em sermos parceiros das empresas, para ajudarmos a alavancar seus negócios com a menor burocracia possível.


Acreditamos que esse é o valor que podemos agregar aos nossos clientes, e que só se materializa à medida que conhecemos a fundo o dia a dia das finanças das empresas, bem como as especificidades de sua atuação. Essa é a premissa que tem pautado a relação de proximidade que fortalecemos com a indústria da construção pesada.


Nesse sentido, as entregas do BS2 ao setor são orientadas pela personalização da oferta, em linha com o nosso propósito de trazer soluções ágeis e simplificadas, que entendam as necessidades para atender as demandas do seu negócio, sobretudo no acesso ao crédito.


3. Como o BS2 está preparado para atender à demanda por crédito do nosso setor?

Um dos objetivos do BS2 é resolver uma das principais dores das empresas, que é facilitar o acesso crédito e agilizar o processo de concessão, para que os negócios possam se manter ativos, com fluxos de caixa equilibrados, e planejar a expansão de suas atividades.


Quando olhamos para a construção pesada, direcionamos nossa expertise em crédito para que essa oferta acompanhe o dinamismo do modelo de negócio do setor – em que prevalecem contratos de longo prazo e é crucial para esses empreendimentos assegurar capital inicial para viabilizar o ciclo de obras e prestação de serviços previsto, bem como a antecipação de recebíveis ao longo do contrato. Nem todas as empresas dispõem dos recursos certos no momento certo – seja com a disponibilidade de máquinas e recursos para já mobilizar na operação, seja de liquidez de caixa disponível para realizar a compra de mais equipamentos e insumos e iniciar a prestação de serviços.


Incentivamos que essa contratação de crédito tenha foco na eficiência e na saúde financeira. Nesse sentido, auxiliamos o cliente ter um entendimento em relação aos números de suas finanças e à função dos processos de financiamento. Nossa expectativa é ampliar essa consciência de como o crédito pode ajudar as empresas a cumprir compromissos e entregas, evitando endividamentos desnecessários para crescer de modo sustentável e se manter em mercados cada vez mais competitivos.


4. Quais as modalidades de crédito mais adequadas à indústria da construção pesada?

Destacaria a antecipação de recebíveis e o capital de giro com desconto de duplicatas e notas fiscais, e a cessão fiduciária de créditos (trava bancária) que vincula a antecipação de valores referentes a contratos firmados com os setores público e privado. São modalidades de em que a garantia de ganhos futuros usadas para obtenção linhas de crédito valida e confere agilidade à aprovação do empréstimo. Isso faz toda a diferença para ter liquidez de recursos e assegurar a continuidade das atividades, sem a necessidade de empenhar valores e assumir compromissos financeiros maiores, que possam comprometer e desequilibrar seus fluxos de caixa.


A grande especialização consolidada pelo BS2 em antecipação de recebíveis é um atributo que tem diferenciado a nossa oferta de crédito, sempre amplificando ao longo da jornada de atendimento o conhecimento das empresas sobre as vantagens que cada solução pode agregar aos seus negócios. Queremos levar ao cliente uma oferta de valor pautada em agilidade, simplicidade e assertividade.


5. Quais aspectos as empresas associadas ao Sicepot-MG devem considerar ao contar com o crédito para equalizar seus fluxos de caixa?

Alguns aspectos devem ser considerados pelas empresas associadas ao Sicepot-MG, em especial o uso consciente e otimizado de modalidades de crédito adequadas às dinâmicas de suas finanças e operações no setor da construção pesada.


Na antecipação de valores a receber, é fundamental levar em conta soluções on-line com flexibilidade de condições, seja no aceite de diferentes opções de recebíveis, seja na agilidade do crédito disponibilizado no mesmo dia e na diferenciação de prazos.


Já na contratação de capital de giro com garantia, merecem atenção fatores que podem tornar o acesso ao crédito mais vantajosa, como a personalização de taxas, custos compatíveis com a realidade orçamentária da empresa e carência para começar a pagar parcelas.


Mas é nos modelos de contratos que vigoram na indústria da construção pesada que existe um potencial interessante para converter compromissos de longo prazo em garantia para acesso facilitado ao crédito. É crucial que as empresas compreendam a relevância de incluírem nas negociações a cessão desses contratos como recebíveis. A proatividade no momento de conduzir esse relacionamento assertivo junto a companhias contratantes pode ser decisiva para otimizar antecipações de valores, e assim construir um recebível consistente, que terá impacto direto na qualidade do seu fornecimento ao seu cliente.


6. O que as empresas do nosso setor da construção pesada podem esperar da experiência de atendimento do BS2?

Outra grande dor compartilhada por empresas de setores como a construção pesada é não terem devidamente conhecidas, compreendidas e contempladas as dinâmicas de suas atividades, principalmente quando recebem do mercado ofertas de crédito.


Além de considerarmos que cada empresa é única em suas necessidades, no BS2 também priorizamos a combinação de tecnologia a partir de nossas plataformas de avaliação de crédito com a especialização das nossas pessoas, para colocarmos o cliente sempre no centro do nosso negócio.


Somos tecnológicos para eliminarmos burocracias e conferirmos agilidade e simplicidade às nossas entregas e assertividade às soluções oferecidas pelo BS2. Mas nunca abrimos mão da expertise e da interação humana essenciais para construirmos e fidelizarmos relacionamentos.


Essa relação de confiança é originada quando o cliente consegue enxergar na jornada de atendimento soluções de crédito que façam sentido para a sua operação. Esse é o ponto de partida da parceria que o BS2 quer construir com as empresas. E estamos preparados para aproximar os associados do Sicepot-MG às melhores alternativas em crédito, ajudando a pavimentar a evolução e a expansão dos seus negócios.

- Banco BS2: o banco parceiro da construção pesada

O Banco BS2 é o parceiro ideal para acompanhar cada passo do processo de evolução da sua empresa. Para garantir o crescimento empresarial constante e regular – sem imprevistos ou custos altos para o seu caixa –, nacional ou internacionalmente, oferecemos linhas de crédito sem burocracias e que se adequam às especificações que a sua empresa precisa.


O Banco BS2 é parceiro do Sicepot-MG e para contratar quaisquer linhas de crédito, temos uma equipe especifica para atender a construção pesada. Entre em contato com a gente pelos seguintes e-mails.



Fonte: Banco BS2